5 Maneiras de agilizar a venda ou locação do seu imóvel

Proprietário que quer vender ou alugar seu imóvel tem pressa! Afinal, imóvel fechado representa custo. Então, confira as 5 dicas para agilizar o fechamento do negócio.

1. Avaliação de mercado

Imóvel acima do preço de mercado tem mais chances de continuar disponível por muito mais tempo. Apurar o valor para venda ou locação de um imóvel é um dos maiores desafios dos profissionais e proprietários. São muitos pontos a serem considerados. A localização do imóvel é o primeiro deles. Através de pesquisas, como o Data Secovi, é possível apurar uma média dos valores comercializados no bairro, que servirá de base para a análise. Aspectos como metragem, número de quartos, banheiros e vagas de garagem também contam muito, mas não é só isso. A conversação do imóvel, sua idade, se está na forma original ou se houve atualizações, tudo isso conta na hora de bater o martelo sobre o valor a ser anunciado.
A maior pegadinha para os proprietários é incluir no preço valores sentimentais que aquele imóvel representa para ele e sua família. Ou ainda, apostar numa avaliação sem referência, baseada apenas na quantia que se deseja apurar com aquela comercialização.
Portanto, a maneira mais segura de precificar o seu imóvel é confiar a avaliação a uma empresa de confiança e com experiência de mercado

2. Conservação do imóvel

O estado atual do imóvel é fato fundamental na sua avaliação. Imóveis mais antigos, em sua versão original, mesmo que estejam bem conservados costumam ser menos valorizados que aqueles que passaram por reformas e atualizações. Os ambientes mais comuns que denunciam a idade do imóvel são cozinha e banheiro. Se for para venda, vale considerar uma reforma para troca de azulejos e louça para ganhar a avaliação em comparação com demais no mesmo prédio, por exemplo. Se a intenção é alugar, certifique-se de que as partes elétricas e hidráulicas estão em dia, pois pode impactar na habitabilidade do imóvel.
Em todo o caso, vale considerar pequenos ajustes antes de anunciar o imóvel, como pintura, troca de peças quebradas ou muito desgastadas, etc. Isso pode contar muito na hora de atrair os interessados.

3. Apresentação do imóvel

A primeira visita ao imóvel é virtual, através dos sites, aplicativos e redes sociais. Antes de conhecer o imóvel pessoalmente, o cliente interessado irá analisar todos os aspectos que julga mais importante no anúncio do imóvel. Os principais filtros são: localização, valor, número de quartos e vagas de garagem. Feita essa primeira seleção é hora de ver pelas fotos e vídeos que o imóvel desperta vontade de visitá-lo. É nesse momento que as fotos e vídeos farão a diferença.
Então, vamos às dicas! Antes de agendar a visita do captador ao imóvel, certifique-se de que ele está preparado para ser fotografado/filmado. Observe os seguintes pontos:

  • Limpeza – programe uma faxina antes da visita do captador.
  • Organização – quanto mais neutro estiver o imóvel, mais agradável ele será aos olhos dos interessados. Se o imóvel estiver mobiliado, retire objetos de valor ou pessoais, como porta-retratos e quadros, por exemplo. Os ambientes devem estar arrumados como que para receber uma visita importante.
  • Imóvel habitado – caso o imóvel esteja com moradores, combine previamente sobre a visita do captador. Assim, todos podem ajudar na arrumação dos ambientes. De preferência marque um horário em que o imóvel esteja mais vazio. No caso do morador ser inquilino do imóvel, é fundamental que ele esteja ciente da venda e que já tenha assinado o termo de preferência de compra. Feito isso, deixe-o ciente do dia e horário da visita do captador.
  • O que não deve aparecer nas fotos – animais de estimação e indícios deles, aparelhos de home care (cama hospitalar, cadeira de rodas, etc.), objetos que identifiquem os donos/moradores do imóvel, carros na garagem, entre outros.

Depois das fotos, a descrição pode ajudar muito a vender o seu imóvel virtualmente. Ela é feita pelo profissional que fará a captação e pode ser bastante valorizada com um depoimento sincero do dono sobre os anos que viveu assim e as experiências positivas desse período.

Por fim, é importante que as fotos e descrição apresentem a realidade do imóvel, ressaltando os seus pontos positivos. Assim, o cliente que escolher conhecê-lo pessoalmente só irá confirmar a boa impressão que teve ao visitá-lo virtualmente.

4. Divulgação

Valor de mercado definido, imóvel em bom estado e fotos feitas com qualidade, chegou a hora de contar para todos que ele está disponível. Como já dissemos acima, antes de agendar uma visita para conhecer o imóvel, o interessado irá visitá-lo virtualmente. Por isso é fundamental que a venda ou locação do seu bem seja confiada a uma empresa que investe em anúncios, sites, portais e redes sociais.

5. Organização para visitas

Enfim, a última etapa! A visita é o momento de confirmar o interesse do cliente pelo imóvel e seguir para a negociação. Mantenha-o sempre limpo e organizado e confie no profissional que acompanhará a visita. Mais uma vez, a escolha da empresa para trabalhar a venda ou locação do seu bem é a chave para fechar um bom negócio! Vamos conversar?

One thought to “5 Maneiras de agilizar a venda ou locação do seu imóvel”

  1. Muito bom artigo, destacou bem que as vezes questões de detalhes fazem a diferença na forma como imóvel é percebido. Como consta no próprio artigo as vezes uma simples questão de faxinar bem o imóvel ou mesmo os ângulos em que as todos do imóvel são tiradas podem fazer a diferença na decisão do comprador, certo? Grato pela informação de valor!

    Att, Bruno

    =>Apartamentos a venda em salvador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

four + eleven =